Concurso TRE-SP 2016

Padrão

nova-centralconcurso-tre-sp-conteudoEstarei atualizando este concurso no momento, mas caso esteja fazendo outro é só fazer um comentário que tentarei te ajudar também.

Inscrição: de 12/09/2016 a 11/11/2016

Prova: 12/02/2017

banca: Fcc (Fundação Carlos Chagas)

Edital

Nível Médio: Técnico Judiciário

Nível superior: Analista Judiciário

Estarei atualizando todas as matérias de nível médio (Técnico judiciário), por isso, você que vai fazê-lo salve em seus favoritos e entre todos os dias que terá sempre uma matéria atualizada.


Não esqueça que agora a Central de Favoritos esta bem melhor e em novo endereço: centraldefavoritos.com.br, com atualizações todos os dias, AGORA FICOU MAIS FÁCIL DE PASSAR EM UM CONCURSO. CLIQUE E VEJA a NOVA CENTRAL DE FAVORITOS.

Conteúdo Programático:

CONHECIMENTOS GERAIS PARA TODOS OS CARGOS/ÁREAS/ESPECIALIDADES

Gramática e interpretação de texto da língua portuguesa:

Ortografia oficial.

Acentuação gráfica.

Flexão nominal e verbal.

Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocação.

Advérbios.

Conjunções coordenativas e subordinativas.

Emprego de tempos e modos verbais.

Vozes do verbo.

Concordância nominal e verbal.

Regência nominal e verbal.

Ocorrência de crase.

Pontuação.

Redação (confronto e reconhecimento de frases corretas e incorretas).

Intelecção de texto. ( mesmo que compreensão e interpretação de texto

Não esqueça que agora a Central de Favoritos esta bem melhor e em novo endereço: centraldefavoritos.com.br, com atualizações todos os dias, AGORA FICOU MAIS FÁCIL DE PASSAR EM UM CONCURSO. CLIQUE E VEJA a NOVA CENTRAL DE FAVORITOS.

Noções de Informática:

Conceitos básicos e modos de utilização de aplicativos para edição de textos, planilhas e apresentações: ambiente Microsoft Office 2013 e LibreOffice versão 4.1 ou superiores.

Sistemas operacionais:

Windows XP/7, software e hardware.

Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados à Internet, Intranet e redes de computadores.

Internet Explorer versões 9 e 11,

Correio eletrônico (webmail e Mozilla Thunderbird).

Conceitos de proteção e segurança da informação. Vírus, worms e outros tipos de malware.

Conceitos de organização e de gerenciamento de arquivos, pastas e programas.

Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais:

Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União (Lei nº 8.112/1990 e alterações posteriores).

Processo Administrativo no âmbito da Administração Pública Federal (Lei nº 9.784/1999 e alterações posteriores).

Lei de Improbidade Administrativa (Lei nº 8.429/1992 e alterações posteriores).

Organização da Carreira dos Servidores do Poder Judiciário da União (Lei nº 11.416/2006 e suas alterações).

Regimento Interno do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo – TRE-SP

Disponível em:

http://www.justicaeleitoral.jus.br/arquivos/tre-sp-regimento-interno-do-tre-sp

Código de Ética do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo – TRE-SP

Portaria TRE-SP nº 214/2015. Disponível em: http://www.justicaeleitoral.jus.br/arquivos/tre-sp-portaria-no-214-institui-o-codigo-de-eticados-servidores-do-tribunal-regional-eleitoral-de-sao-paulo

Estatuto da Pessoa com Deficiência (Lei nº 13.146/2015 e alterações posteriores):

Disposições Preliminares. Dos Direitos Fundamentais: Do Direito ao Trabalho.

Plano Estratégico do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo para o período de 2016-2021:

Resolução TRE-SP nº 367/2016: Contexto e breve Resumo da Metodologia; Mapa Estratégico; Perspectivas: Descrição dos Macrodesafios. Disponível em:

http://www.tre-sp.jus.br/arquivos/resolucao-tre-sp-367-2016-plano-estrategico-tre-sp-para-o-periodo-de-2016-a-2021/view

Técnico Judiciário – Área Administrativa

Noções de Direito Constitucional:

Dos princípios fundamentais.

Direitos e garantias fundamentais.

Da Administração Pública (Disposições Gerais; Dos Servidores Públicos).

Do Poder Judiciário (Disposições Gerais);

Do Supremo Tribunal Federal; Dos Tribunais e Juízes Eleitorais;

Das Funções Essenciais à Justiça.

Não esqueça que agora a Central de Favoritos esta bem melhor e em novo endereço: centraldefavoritos.com.br, com atualizações todos os dias, AGORA FICOU MAIS FÁCIL DE PASSAR EM UM CONCURSO. CLIQUE E VEJA a NOVA CENTRAL DE FAVORITOS.

Noções de Direito Administrativo:

Administração pública: princípios básicos.

Ato administrativo: conceito; requisitos; atributos; classificação; espécies; anulação; revogação; convalidação; discricionariedade e vinculação.

Organização administrativa da União: administração direta e indireta.

Agentes públicos: espécies e classificação; poderes, deveres e prerrogativas; cargo, emprego e função públicos;

regime jurídico único: provimento, vacância, remoção, redistribuição e substituição; direitos e vantagens; regime disciplinar; responsabilidade civil, criminal e administrativa.

Poderes administrativos: poder hierárquico; poder disciplinar; poder regulamentar; poder de polícia; uso e abuso do poder.

Controle e responsabilização da administração: controle administrativo; controle judicial; controle legislativo; responsabilidade civil do Estado.

Licitações (Lei nº 8666/1993 e suas alterações e Lei 10.520/2002): conceito, objeto, finalidades e princípios, obrigatoriedade, dispensa, inexigibilidade, vedação, modalidades, procedimentos e fases, revogação, invalidação,desistência e controle.

Noções de Direito Eleitoral:

Conceito e fontes.

Código Eleitoral (Lei nº 4.737/1965 e alterações posteriores): Introdução; Dos Órgãos da Justiça Eleitoral; Das Eleições; Disposições Várias: Das Garantias Eleitorais; Dos recursos; Disposições Penais; Disposições Gerais e Transitórias.

Lei de Inelegibilidade (Lei Complementar nº 64/1990 e alterações posteriores).

Lei dos Partidos Políticos (Lei nº 9.096/1995 e alterações posteriores).

Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997 e alterações posteriores).

Lei nº 6.091/1974 e alterações posteriores. Resolução TSE nº 21.538/2003. Súmulas do TSE.

Não esqueça que agora a Central de Favoritos esta bem melhor e em novo endereço: centraldefavoritos.com.br, com atualizações todos os dias, AGORA FICOU MAIS FÁCIL DE PASSAR EM UM CONCURSO. CLIQUE E VEJA a NOVA CENTRAL DE FAVORITOS.

novo-banner-kalena

Kalena – A fortaleza do centro

Padrão

capa livro kalenaKalena – A Fortaleza do Centro agora disponível a versão final

no Amazon

Oi pessoal finalmente terminei o meu primeiro livro.

Você deve estar se perguntando: Terminou? como? se estava disponível em download no site?

Espera……vou explicar.

Tinha colocado uma versão do livro para sentir a receptividade dele, mas não havia feito uma revisão ortográfica e nem uma orientação de texto, mas apesar disto tive muitos comentários positivos como os dois abaixo:

Jorge Lucas em 18/06/2015 às 1:39 disse:

Bom, primeiro gostaria de dizer obrigado!! a 3 anos atrás queria ler um livro pois não tinha este costume e procurava um livro que de certo modo me prenderia a literatura, e hoje após ler seu livro já tenho uma pequena coleção de livro, achei uma leitura fascinante e estou até hoje a espera da continuação. Estou grato por seu livro ter revelado um mundo fascinante que existe dentro dos livros e gostaria de agradecer a você por este primeiro contato tão prazeroso aos livros.

Bruna Malheiros em 03/01/2012 às 23:01 disse:

Parabéns Eder! Seu livro é extremamente interessante e mágico.
Virei a madrugada lendo e isso acontece somente quando o livro é empolgante. Aqui em casa me chamam de devoradora de livros, não preciso nem dizer o porquê. Mas enfim, para aqueles que não tiveram o prazer de ler esta história contagiante, meus queridos…o façam logo!
Um abraço …
E até a próxima!

Então segui em frente e fiz a revisão ortográfica e mudei algumas coisas para a história fluir melhor.

Calma……mudei só um pouquinho.

Veja abaixo o book trailer:

Ficou legal né?

Epa! quer mais informações sobre o livro? beleza leia a sinopse abaixo:

Haddock, Athos e Frigg são três jovens amigos que vivem em uma grande cidade cercada por uma enorme fortaleza onde existe uma lei que ninguém ousa desafiar: “É proibido qualquer habitante de sair dos domínios da Fortaleza do Centro”.

Ninguém nunca questionou esta proibição por que todos cresceram ouvindo estórias de que fora dela existem lugares apavorantes habitados por seres estranhos como os Nomacks, seres alados que capturam habitantes em noites de escuridão total.

É semana de festas e pela primeira vez em séculos todos os Senhores de Reino irão se reunir, mas a população não sabe, mas uma reunião secreta entre eles havia sido planejado há mil anos para acabar com o mal em definitivo, mas algo de inesperado acontece forçando Haddock, Athos e Frigg a fugir da Fortaleza e começar uma aventura inimaginável em um mundo desconhecido repleto de magia e perigo.

Bom acabei disponibilizando a versão final em e-book no Amazon, A fortaleza do Centro, dá uma olhada você vai gostar muito.

Abraços

 

Receitas das contribuições sociais: Do produtor rural

Padrão

Receitas das contribuições sociais: do produtor rural

O produtor rural pessoa jurídica continua obrigado a arrecadar e recolhe ao INSS a contribuição do segurado EMPREGADO e do TRABALHADOR AVULSO a seu serviço. Descontando-se da respectiva remuneração, nos mesmos prazos e segundo as mesmas normas aplicadas às empresas em geral.

Contribuição básica: 2,5% sobre o total da receita bruta proveniente da comercialização do produto rural.

Contribuição adicional: 0,1% incidente sobre a mesma receita bruta destinada ao financiamento da aposentadoria especial e dos benefícios acidentários. As referidas normas não se aplicam as operações relativas à prestação de serviços a terceiros – cujas contribuições previdenciárias obedecem às regras impostas às empresas em geral.

Fonte: retirado de uma apostila desenvolvida por Resumos concursos disponibilizada na internet

 

 

Receitas das contribuições sociais: Do empregador doméstico

Padrão

Receitas das contribuições sociais: Do empregador doméstico

A partir da vigência da Lei nº 7.787/89 a contribuição do empregador doméstico passou a ser de 12%. O art. 24 da Lei nº 8.212 repetiu a referida situação, informando que a alíquota do empregador doméstico seria de 12% do saláriode-contribuição do empregado doméstico a seu serviço.

O art. 34 do Decreto nº 612 determina que deve ser observado o limite máximo de contribuição. Assim, se o doméstico perceber salário superior ao do limite máximo, o percentual do empregador será de 12% sobre o limite máximo. O empregador doméstico não paga a contribuição de custeio de acidente de trabalho.

Fonte: Apostila disponibilizada na internet por Didatika concursos.

Receitas das contribuições sociais: das empresas

Padrão

Receitas das contribuições sociais: das empresas

A empresa contribui com 20% sobre o total das remunerações pagas ou creditadas, a qualquer título, no decorrer do mês, aos segurados empregados, trabalhadores avulsos, que lhe prestam serviços.

Considera-se remuneração a importância recebida pelo segurado a qualquer título, inclusive os ganhos habituais sob a forma de utilidades (alimentação, habitação etc.), com exceção dos valores que não integrem o salário de contribuição, e o lucro distribuído ao segurado empresário, quando não houver discriminação entre a remuneração decorrente do trabalho e a proveniente do capital social.

Integra a remuneração a bolsa de estudos paga ou creditada ao médico residente. A remuneração paga ou creditada a transportador autônomo pelo frete, carreto ou transporte de passageiros realizado por sua conta própria corresponderá ao valor resultante da aplicação de um dos percentuais estabelecidos pelo MPS sobre o valor bruto do frete, carreto ou transporte de passageiros, para determinação do valor mínimo da remuneração. O referido percentual foi definido provisoriamente pelo art.169 do Decreto nº 612 no valor de 11,71%.

As instituições financeiras, empresas de arrendamento mercantil, cooperativas de crédito, empresas de seguros e de capitalização, agentes autônomos de seguros pagarão o adicional de 2,5% sobre as remunerações pagas ou creditadas aos segurados empregados, empresários, trabalhadores avulsos e autônomos que lhes prestem serviços. Sua contribuição será, portanto, de 22,5%.

FONTE: Apostila disponibilizada na internet pela Didatika concursos

 

Receitas das contribuições sociais: dos segurados

Padrão

 Receitas das contribuições sociais: dos segurados

Salário-de-contribuição é o valor que serve de base de incidência das alíquotas das contribuições previdenciárias. Salário-de-contribuição é um dos elementos de cálculo da contribuição previdenciária; é a medida do valor com a qual, multiplicando-se a taxa de contribuição, obtém-se o valor da contribuição. Utiliza-se o salário-de-contribuição para o empregado urbano, rural, temporário, doméstico e para o trabalhador avulso etc

A denominação salário-de-contribuição não é adequada, pois certas pessoas efetivamente não têm um salário, como de certa forma o avulso e o autônomo, mas têm salário-de-contribuição. Na verdade, o salário-de-contribuição é a base de cálculo sobre a qual irão incidir as alíquotas da contribuição previdenciária. O conceito de salário-de-contribuição irá depender, porém, do segurado que irá contribuir para o sistema, podendo, portanto, ser distinto em relação a cada um deles.

Salário-base é uma espécie do gênero salário-de-contribuição, tendo um valor prefixado, em substituição à importância percebida pelo segurado, estabelecido segundo uma escala_ que anteriormente era em número de salários mínimos_ e classes, que vão sendo alteradas de acordo com o tempo de filiação do segurado ao Regime Geral de Previdência Social. É o salário que serve de base para o cálculo das contribuições previdenciárias do segurado trabalhador autônomo e equiparado, empresário e facultativo. O salário-base é, portanto, uma ficção legal, uma estimativa, não correspondendo exatamente à importância recebida mensalmente pelo segurado. Não se poderia, porém, falar em salário, pois autônomos e equiparados, empresários e segurado facultativo não têm relação de emprego.

FONTE: Apostila disponibilizada na internet pela didatika concursos

 

Receitas das contribuições sociais

Padrão

Receitas das contribuições sociais:

De acordo com o parágrafo único do art. 195 do RPS, constituem contribuições sociais:

I – as das empresas, incidentes sobre a remuneração paga, devida ou creditada aos segurados e demais pessoas físicas a seu serviço, mesmo sem vínculo empregatício;

II – as dos empregadores domésticos, incidentes sobre o salário-de-contribuição dos empregados domésticos a seu serviço;

III – as dos trabalhadores, incidentes sobre seu salário-de-contribuição;

IV – as das associações desportivas que mantêm equipe de futebol profissional, incidentes sobre a receita bruta decorrente dos espetáculos desportivos de que participem em todo território nacional em qualquer modalidade desportiva, inclusive jogos internacionais, e de qualquer forma de patrocínio, licenciamento de uso de marcas e símbolos, publicidade, propaganda e transmissão de espetáculos desportivos;

V – as incidentes sobre a receita bruta proveniente da comercialização da produção rural;

VI – as das empresas, incidentes sobre a receita ou o faturamento e o lucro; e

VII – as incidentes sobre a receita de concursos de prognósticos. Para fins didáticos, vamos separar as contribuições destinadas ao pagamento dos benefícios do RGPS (contribuições previdenciárias, descritas acima nos itens I a V) das demais contribuições para a Seguridade Social (descritas nos itens VI e VII).

Financiamento da Seguridade Social: Receitas da União

Padrão

Financiamento da Seguridade Social

No âmbito federal, o orçamento da seguridade social é composto das seguintes receitas: da União, das contribuições sociais e de outras fontes (Lei 8.212/91, art. 11).

As contribuições sociais destinadas à seguridade social são as seguintes:

a) as das empresas, incidentes sobre a remuneração paga ou creditada aos segurados a seu serviço;

b) as dos empregadores domésticos;

c) as dos trabalhadores, incidentes sobre o seu salário-de-contribuição;

d) as das empresas, incidentes sobre faturamento e lucro;

e) as incidentes sobre a receita de concursos de prognósticos;

f) as do importador de bens ou serviços do exterior, ou de quem a lei a ele equiparar (CF, art. 195, IV);

Os recursos provenientes das contribuições sociais previstas acima nas alíneas “a”, “b” e “c” só podem ser utilizados para pagamento dos benefícios do Regime Geral de Previdência Social (CF, art. 167, XI). Por isso, podemos denominá-las de “contribuições previdenciárias”.

Os recursos provenientes das contribuições sociais descritas nos itens “d” a “f” podem ser aplicados em qualquer área da Seguridade Social (saúde, assistência social ou previdência social).

1. RECEITAS DA UNIÃO:

A contribuição da União é constituída de recursos adicionais do Orçamento Fiscal, fixados obrigatoriamente na Lei Orçamentária Anual (art. 16 da Lei 8.212/91).

A União é responsável pela cobertura de eventuais insuficiências financeiras da Seguridade Social, quando decorrentes do pagamento de benefícios de prestação continuada da previdência social, na forma da Lei Orçamentária Anual (Lei 8.212/91, art. 16, parágrafo único).

O Tesouro Nacional repassará mensalmente recursos referentes às contribuições incidentes sobre o faturamento e o lucro das empresas e sobre a receita de concursos de prognósticos, destinados à execução do Orçamento da Seguridade Social (Lei 8.21/91, art. 19).

Conceitos e modos de utilização do sistema operacional Windows 10

Padrão

Windows 10 chega ao mercado com a proposta ousada juntar todos os produtos da Microsoft em uma única plataforma. Além de desktops e notebooks, essa nova versão equipará smartphones, tablets, sistemas embarcados, o console Xbox One e produtos exclusivos, como o Surface Hub e os óculos de realidade aumentada HoloLens. Será que estamos diante de um novo gigante no mercado de sistemas operacionais?

Anunciado oficialmente durante a Microsoft BUILD 2014, o Windows 10 – codinome “Threshold” – já é uma realidade no mercado. Desde que foi revelado, o sistema operacional teve o seu desenvolvimento conduzido em parceria com os próprios usuários, estratégia que deve ser mantida no futuro e que ficou muito clara nas inúmeras builds – versões de desenvolvimento do programa – que a dona do SO disponibilizou para os consumidores.

Publicidade

Novo papel de parede padrão do Windows 10.

O Windows 10 segue a tendência de lançamento em edições, focando em diferentes tipos de consumidores. O mesmo esquema vale para dispositivos móveis, e até sistemas embarcados possuem uma variante própria do software. Como destaques principais, podemos mencionar o novo navegador Microsoft Edge, o retorno do Menu Iniciar e a integração com a assistente de voz Cortana. A dona do SO espera que esta seja a “última versão” do Windows, já que o programa passará a ser encarado como um “serviço” e todas as suas funcionalidades como “módulos” que poderão receber atualizações futuras sem alteração no core do sistema.

Por que Windows 10 e não Windows 9?

A Microsoft ainda não “confessou” por que decidiu chamar o sucessor do Windows 8.1 de Windows 10 em vez de Windows 9. Portanto, todas as explicações existentes para esse questionamento ainda não obtiveram o aval da criadora desse software. Entretanto, o silêncio da empresa não impediu que algumas teorias surgissem pela internet.

Uma das mais prováveis e aceitáveis é a manobra para evitar um problema de código. Para determinar qual é a versão do sistema operacional que está sendo executada, muitas aplicações de terceiros contêm um trecho de verificação para saber se o nome do SO começa com “Windows 9”, englobando o Windows 95 e o Windows 98. Se o novo sistema se chamasse Windows 9, o software teria interpretado o sistema de forma errada e executaria instruções inadequadas para a situação.

O tipo de código que provavelmente obrigou o novo sistema operacional a se chamar Windows 10.

Outra teoria sustentada por aqueles que tentam descobrir quais são os motivos que levaram a Microsoft a pular o “9” é o fato de o número representar o sinal de azar no Japão. O Windows tem uma presença muito forte por aqueles lados, fator que seria suficiente para que a empresa considerasse sábio evitar esse problema com o povo nipônico.

Se considerarmos o número de versão, a questão tende a ficar ainda mais complicada. O Windows 10, na verdade, ostenta a numeração 6.4. Dentro desse mesmo esquema, sabemos que o Windows 7 é a versão 6.1, o Windows 8 a 6.2 e o Windows 8.1 a 6.3. A última vez que o sistema operacional manteve a harmonia entre os números foi com o Windows NT 4, lançado em 1996. O seu sucessor, Windows 2000, era chamado de Windows NT 5.0.

  • Windows NT 4.0 = versão 4.0
  • Windows 2000 = versão 5.0
  • Windows XP = versão 5.1
  • Windows Vista = versão 6.0
  • Windows 7 = versão 6.1
  • Windows 8 = versão 6.2
  • Windows 8.1 = versão 6.3
  • Windows 10 = versão 6.4

Mas, além de ter pulado o “9”, por que a Microsoft optou por escolher especificamente o número “10”? Executivos e funcionários da empresa já foram ouvidos, mas nenhum argumento definitivo foi dado para esclarecer a questão. Até mesmo o nome “Windows One” foi considerado, mas descartado por já ter sido utilizado anteriormente. A “força” do número “10” e a distância dele para o número “8” são outros argumentos apontados por alguns.

Portanto, ainda não há como saber por que a Microsoft batizou o Windows 10 com esse nome. Temos apenas que aceitar e esperar que essa versão do sistema operacional venha para atender todos os nossos anseios e necessidades como consumidores e usuários desse software, torcendo para que um dia esse mistério seja revelado.

Os “sabores” do Windows 10

Qual edição do Windows 10 eu vou receber?

Windows 10 Home

Edição do sistema operacional voltada para os consumidores domésticos que utilizam PCs (desktop e notebook), tablets e os dispositivos “2 em 1”. O Windows 10 Home vai contar com a maioria das funcionalidades já apresentadas: Cortana como assistente pessoal, navegador Microsoft Edge, o recurso Continuum para os aparelhos compatíveis, Windows Hello (reconhecimento facial, de íris e de digitais para autenticação), stream de jogos do Xbox One e os apps universais, como Photos, Maps, Mail, Calendar, Music e Video.

Windows 10 Professional

O Windows 10 Pro também é voltado para PCs (desktop e notebook), tablets e dispositivos “2 em 1”, mas traz algumas funcionalidades extras em relação ao Windows 10 Home. Esses adicionais fazem com que essa edição seja ideal para uso em pequenas empresas, apresentando recursos para segurança digital, suporte remoto, produtividade e uso de sistemas baseados na nuvem.

Além disso, a Microsoft vai incluir o Windows Update for Business, novidade que promete reduzir os custos de gerenciamento e oferecer controle sobre a distribuição de atualizações e acesso rápido a updates de segurança.

Windows 10 Enterprise

Construído sobre o Windows 10 Pro, o Windows 10 Enterprise é voltado para o mercado corporativo. Os alvos dessa edição são as empresas de médio e grande porte, e o SO apresenta capacidades que focam especialmente em tecnologias desenvolvidas no campo da segurança digital e produtividade. A proteção dos dispositivos, aplicações e informações sensíveis às empresas é o foco dessa variante.

A edição vai estar disponível através do programa de Licenciamento por Volume, facilitando a vida dos consumidores que têm acesso a essa ferramenta. O Windows Update for Business também estará presente aqui, juntamente com o Long Term Servicing Branch, como uma opção de distribuição de updates de segurança para situações e ambientes críticos.

Windows 10 Education

Construída a partir do Windows 10 Enterprise, essa edição foi desenvolvida para atender as necessidades do meio escolar. Nela, funcionários, administradores, professores e estudantes poderão aproveitar os recursos desse sistema operacional — que será distribuído através da versão acadêmica do Licenciamento por Volume.

A Microsoft ainda destaca que haverá métodos para que as escolas e alunos possam fazer o upgrade do Windows 10 Home e Windows 10 Pro para o Windows 10 Education.

Windows 10 Mobile

O Windows 10 Mobile é voltado para os dispositivos de tela pequena cujo uso é centrado no touchscreen, como smartphones e tablets. Essa edição vai contar com os mesmos apps incluídos na versão Home, além de uma versão do Office otimizada para o toque. O Continuum também vai marcar presença nos dispositivos que forem compatíveis com a funcionalidade.

Windows 10 Mobile Enterprise

Também voltado para smartphones e pequenos tablets, o Windows 10 Mobile Enterprise tem como objetivo entregar a melhor experiência para os consumidores que usam esses dispositivos para trabalho. A edição também estará disponível através do Licenciamento por Volume, oferecendo as mesmas vantagens do Windows 10 Mobile e funcionalidades direcionadas para o mercado corporativo.

Windows 10 IoT Core

Além dos “sabores” já mencionados, a Microsoft promete que haverá edições para dispositivos como caixas eletrônicos, terminais de autoatendimento, máquinas de atendimento para o varejo e robôs industriais – todas baseadas no Windows 10 Enterprise e Windows 10 Mobile Enterprise. O Windows 10 IoT Core – que contém em seu nome a sigla em inglês para Internet das Coisas – vai ser destinado para dispositivos pequenos e de baixo custo.

Lista de funcionalidades do Windows 10

Lista de funcionalidades do Windows 10.

Os 10 principais destaques para PCs

1. Novo Menu Iniciar

O retorno do Menu Iniciar sempre foi um dos aspectos mais pedidos pelos usuários que migravam do Windows 7 para o Windows 8. O Windows 8.1 trouxe de volta o tradicional botão do Windows, mas ainda abria a janela naquele formato moderno com o qual os usuários não se acostumaram.

No Windows 10, a Microsoft ouviu os consumidores e trouxe o Menu Iniciar no formato tradicional. Entretanto, a nova versão do sistema operacional ainda mantém uma parte da janela com as “lives tiles”, funcionando como uma perfeita união entre o que era apresentado no Windows 7 e 8/8.1.

Novo Menu Iniciar.

2. Microsoft Edge

Inicialmente desenvolvido sob o codinome “Project Spartan”, esse novo navegador do Windows 10 veio para substituir o Internet Explorer como o browser-padrão do sistema operacional da Microsoft. O programa tem como características a leveza, a rapidez e o layout baseado em padrões da web, além da remoção de suporte a tecnologias antigas, como o ActiveX e o Browser Helper Objects.

Dos destaques, podemos mencionar a integração com serviços da Microsoft – como a assistente de voz Cortana e o serviço de armazenamento na nuvem OneDrive –, além do suporte a ferramentas de anotação e modo de leitura. O logo do Microsoft Edge continua sendo um “E”, mas ganhou detalhes que alteram a identidade do programa.

Microsoft Edge.

3. Cortana

A assistente pessoal inteligente da Microsoft também está presente no Windows 10. No começo, a Cortana será disponibilizada apenas para algumas regiões – Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Austrália, Índia, Alemanha, Itália, Espanha, França e China –, mas a promessa é de que ela venha para outros idiomas e usuários ao redor do globo.

Além de estar integrada com o próprio sistema operacional, a Cortana poderá atuar em alguns aplicativos específicos. Esse é o caso do Microsoft Edge, o navegador-padrão do Windows 10, que vai trazer a assistente pessoal como uma de suas funcionalidades nativas.

Cortana.

4. Continuum

O Continuum é uma funcionalidade que promete aprimorar a experiência de uso de quem tem smartphones compatíveis com a tecnologia. Utilizando esse recurso, é possível conectar os portáteis a um monitor e trabalhar nele como se estivesse em um computador.

Evidentemente, essa opção não vai tornar o celular compatível com todos os programas do PC – apenas com os apps universais –, mas vai facilitar a vida daqueles que querem ter mais controle sobre os aplicativos executados no dispositivo. A expectativa é um aumento de produtividade em tarefas como edição de textos e imagens.

Continuum.

5. Múltiplas áreas de trabalho

Agora, o sistema operacional da Microsoft permite a criação de várias áreas de trabalho ao mesmo tempo. Essa funcionalidade é especialmente útil para aqueles que gostam ou precisam abrir vários programas simultaneamente. Nesse formato, tudo fica organizado dentro de uma única visão.

Para complementar o recurso, a Visão de Tarefas permite que todas as áreas de trabalho sejam visualizadas e seus programas possam ser migrados de uma visão para outra. Essa possibilidade é extremamente útil para aqueles que abrem diversos softwares e acabam se perdendo em meio a tantas janelas.

Múltiplas áreas de trabalho.

6. Central de Ações

A famigerada barra lateral do Windows 8 é outro ponto que não agradou aos usuários no sistema operacional. Chamada de “Charm Bar” no inglês, essa opção reunia as funções “Pesquisar”, “Compartilhar”, “Iniciar”, “Dispositivos” e “Configurações” em um espaço vertical que ficava escondido nos cantos da tela.

No Windows 10, o “Charm Bar” é substituído pela Central de Ações, que agora é acessível através de um ícone na área de notificação. Essa nova janela exibe algumas opções de configuração, além das mensagens recebidas pelo sistema – muito semelhante à Barra de Notificações em aparelhos equipados com Windows Phone.

Central de Ações.

7. Windows Spotlight

Essa é uma novidade para uma área muito utilizada do sistema operacional, mas que geralmente recebe pouca atenção: a tela de bloqueio. O Windows Spotlight vai ser uma forma de apresentar conteúdo publicitário – como anúncios de apps –, sugestões de imagens e dicas para os usuários que não utilizam todas as funcionalidades do ecossistema da Microsoft.

Quando a tela de bloqueio estiver exibindo uma determinada imagem, por exemplo, os usuários poderão marcá-la com um “Gostei” ou “Não gostei”, alimentando o Spotlight com as suas preferências. No caso dos consumidores que ainda não exploraram todos os recursos do Windows 10, dicas serão fornecidas junto com convites visuais – como o símbolo da Cortana ou ícones para perguntar algo para a assistente.

Windows Spotlight.

8. DirectX 12

Juntamente com o WDDM 2.0, o novo conjunto de APIs da Microsoft vai ser uma parte integrante do Windows 10. O objetivo do DirectX 12 é oferecer uma boa qualidade gráfica explorando melhor o hardware da máquina, mas sem sobrecarregar a CPU e os drivers. O WDDM 2.0 apresenta um novo método de gerenciamento e alocação de memória virtual, reduzindo a carga sobre o sistema.

DirectX 12.

9. Windows Hello

As iniciativas do Windows 10 no campo da segurança digital estão concentradas no Windows Hello. Esse sistema tem como objetivo oferecer suporte a diversas alternativas de leitura biométrica para as autenticações nas plataformas da Microsoft. Isso inclui métodos de reconhecimento por digitais, rosto e íris.

Windows Hello.

10. Windows Store unificada

Uma das jogadas para a Microsoft conseguir reunir todas as plataformas em um único sistema operacional é a sua loja de aplicativos e programas. A unificação da Windows Store vai oferecer todos os produtos para computadores, tablets, smartphones e Xbox em um só lugar, facilitando a vida daqueles que querem desenvolver e criar softwares para a plataforma da empresa.

Windows Store unificada.

Windows 10 Mobile

A chegada do Windows 10 significa uma coisa para o mundo dos smartphones: o fim do Windows Phone. O tradicional sistema operacional para dispositivos móveis da Microsoft, que começou a sua vida em 2010 com o Windows Phone 7, chega ao fim para dar lugar à nova plataforma da empresa que vai integrar uma série de dispositivos diferentes.

Considerando o universo móvel, uma série de novidades do Windows 10 também estará presente no Windows 10 Mobile: a Cortana, o Continuum e os apps universais são alguns dos destaques para que vai ter um smartphone ou tablet equipado com o novo sistema operacional.

Windows 10 Mobile.

De acordo com a Microsoft, além dos modelos lançados no futuro, os seguintes aparelhos serão compatíveis com o Windows 10:

  • HTC One (M8) for Windows
  • Lumia 430
  • Lumia 435
  • Lumia 520
  • Lumia 521
  • Lumia 525
  • Lumia 526
  • Lumia 530
  • Lumia 532
  • Lumia 535
  • Lumia 540
  • Lumia 620
  • Lumia 625
  • Lumia 630
  • Lumia 635
  • Lumia 636
  • Lumia 638
  • Lumia 640
  • Lumia 640 XL
  • Lumia 720
  • Lumia 730
  • Lumia 735
  • Lumia 810
  • Lumia 820
  • Lumia 822
  • Lumia 830
  • Lumia 920
  • Lumia 925
  • Lumia 928
  • Lumia 930
  • Lumia 1020
  • Lumia 1320
  • Lumia 1520
  • Lumia Icon

Família Windows 10

Família Windows 10.

Desktops, notebooks e conversíveis

Aqui está o ponto em que a Microsoft deseja manter o reinado. Nos PCs, sejam desktops, notebooks ou conversíveis, a plataforma Windows domina o mercado de sistemas operacionais. Nesse segmento, as novidades são bastante visíveis e devem impactar diretamente aqueles usuários que estão migrando de qualquer versão anterior do SO.

A identidade visual é um dos pontos que podemos destacar. O Windows 10 manteve alguns aspectos da interface Metro, como as cores sólidas inauguradas com o Windows 8, mas resgatou a transparência que deu as caras pela primeira vez lá no Windows Vista. Essa integração está bastante evidente especialmente no Menu Iniciar e ícones do sistema, que trazem esses dois formatos muito bem trabalhados.

O Explorador de Arquivos também está mais moderno, trazendo funcionalidades úteis para os usuários, como uma página com as pastas recentemente acessadas. Indo para a Área de trabalho, podemos mencionar a nova forma de gerenciar as janelas. Agora, é possível posicionar até quatro de forma organizada. Outra boa notícia é o fato de os aplicativos com interface moderna poderem ser executados através das janelas tradicionais do Windows.

Outras melhorias menores também merecem ser mencionadas: um Painel de Configurações mais organizado e com funções bem definidas, um novo Prompt de Comando ainda mais poderoso, registro de tráfego de dados por interface de rede, um sistema de buscas mais eficiente e muito mais.

Desktops, notebooks, conversíveis, smartphones e tablets.

Smartphones e tablets

Os smartphones e tablets receberão o Windows 10 Mobile, edição do sistema operacional voltada para dispositivos móveis. Essa variante também vai tirar proveito de muitas melhorias implementadas para desktops e notebooks, como o Microsoft Edge, Continuum e uma Windows Store unificada. Porém, algumas novidades foram desenvolvidas especialmente para esse público.

O modo tablet, presente no Windows 10, por exemplo, permite transformar a interface tradicional do sistema em uma versão muito parecida com o que vemos nos Windows 8/8.1. A intenção é permitir que a experiência touchscreen seja o foco, facilitando o uso de programas e aplicativos para quem não dispõe de um mouse ou teclado.

Outro destaque importante para os dispositivos móveis é a promessa de compatibilidade facilitada com aplicativos do Android e iOS. Essa iniciativa, anunciada durante a Microsoft BUILD 2015 e que na verdade engloba todas as plataformas, deve dar um fim àquele argumento de que o Windows Phone não uma grande biblioteca de apps.

Xbox

Uma das propostas do Windows 10 é oferecer uma integração maior com sua principal plataforma de jogos, o Xbox One. Além de um novo app para o console nos PCs – que permite a navegação pela biblioteca de jogos e interação social –, o sistema operacional vai trazer ao gamers a possibilidade de jogar o que estiver rodando no video game. É como se estivesse acontecendo a transmissão do conteúdo do Xbox One rodando diretamente no Windows 10.

Xbox.

O suporte para os apps universais também é outra bandeira defendida pela Microsoft. Em vez de ser encarada como a possibilidade de rodar aplicativos simples, essa funcionalidade promete ampliar significativamente a biblioteca de programas que o console da empresa vai suportar.

HoloLens

Uma das maiores surpresas da Microsoft nos últimos anos é o HoloLens, um dispositivo de realidade aumentada apresentado oficialmente na BUILD 2015. Com foco nos consumidores finais e mercado corporativo, esses óculos prometem mudar completamente a forma como interagimos com todos os aspectos tecnológicos da nossa vida, do entretenimento até a educação.

Microsoft HoloLens.

Diferente de produtos como o Oculus Rift, Gear VR e Project Morpheus, que trabalham com a realidade virtual, o Microsoft HoloLens aposta na holografia e o conceito de realidade aumentada. No fundo, o produto é uma espécie de computador com vários sensores capazes de detectar vários elementos – como movimentos do usuários e disposição dos objetos em um cenário – e produzir um resultado imersivo para quem o utiliza.

Surface Hub

Microsoft Surface Hub.

Totalmente voltado para o mercado corporativo, o Surface Hub é uma lousa interativa desenvolvida pela Microsoft para complementar a família Surface. O foco são os trabalhos colaborativos e a execução de videoconferências, tarefas que serão auxiliadas por um painel de 55 ou 84 polegadas, resolução Full HD (1920×1080 pixels) e suporte para múltiplos toques.

Se você ainda não tem  o Windows 10 e deseja adquirir a nova versão do sistema operacional não perca tempo e clique aqui para comprá-lo diretamente no site da Microsoft.

(vídeo simples, mais focado em mostrar o windows 10, use apenas como material visual)